purchase tramadol El Paso buy tramadol tramadol causes nausea

ambien and lisinopril together order ambien online ambien partial dose

che cos'¨ valium buy valium interaction of grapefruit and valium

mixing gaba and xanax buy xanax xanax muscle relaxer

aura-soma und feng shui hanni reichlin-meldegg order soma online soma subtração de potencias

alprazolam buy Rochester buy xanax can xanax cause negative pregnancy test

valium ambien taper buy ambien can ambien lower sperm count

max dose phentermine buy adipex phentermine moods

can i use tramadol for tennis elbow tramadol 50mg find tramadol medication

xanax typical dose generic xanax can you take xanax and singulair together

23 anos do massacre do Carandiru

23 anos do massacre do Carandiru

23 anos do massacre do Carandiru

Na noite de 2 de outubro de 1992, policiais militares executaram 111 cidadãos no Pavilhão 9 da Casa de Detenção do Carandiru. É a maior matança de pessoas sob custódia do Estado do mundo.

Foram 22 anos até que acontecesse o julgamento dos policiais militares, considerados culpados pelo júri popular. Como a defesa entrou com recursos, pode levar anos até que se consiga a condenação de fato. Os policiais agiram sob ordens de autoridades que jamais serão julgadas, como o governador Luiz Antonio Fleury Filho e o coronel Ubiratan Guimarães. Até hoje, poucas famílias receberam indenização pela grave violação de direitos humanos sofrida por seus parentes.

Nesses 23 anos, a situação do sistema prisional só se agravou: houve recrudescimento da política de encarceramento em massa, a violação de direitos da população carcerária é cotidiana e a violência policial aumentou.

Carandiru é aqui. É hoje. É o presente.

Que a memória do Massacre do Carandiru não nos deixe esquecer que todas as vidas têm valor. E que vivemos em um Estado Democrático de Direito conquistado com muita luta.

Fonte: Jornalistas Livres
Ilustração: Pxeira, colaboração especial para Jornalistas Livres  — com Daniel Galvão.

Daniela Lucatto

Close