snort soma pill carisoprodol soma ashes of soma emancipate скачать

mamac za hvatanje soma buy soma online soma la cumbre

is norco better than tramadol tramadol 50mg can you have co codamol with tramadol

do you take valium on an empty stomach diazepam 10mg equivalent of xanax to valium

neurontin and tramadol for pain tramadol online overnight tramadol online Waterbury

how long do you sleep on ambien cr ambien drug ambien informacion espanola

half life of valium vs xanax diazepam 10mg valium name in india

tramadol foaming mouth purchase tramadol being sick after tramadol

how much does one bar of xanax cost alprazolam price xanax e elopram

buy carisoprodol online Peoria buy soma online como montar uma tabela no excel com soma

PROJETO DE LEI 345/2009 - Coleta Seletiva de Lixo Industrial, Comercial e Residencial

PROJETO DE LEI 345/2009 – Coleta Seletiva de Lixo Industrial, Comercial e Residencial

Altera a Lei nº 10.954, de 28 de Janeiro de 1991, que dispõe sobre a Coleta Seletiva de Lixo Industrial, Comercial e Residencial.

Art. 1º O parágrafo único do artigo 1º da lei nº 10.994, de 28 de Janeiro de 1991, passa a ter a seguinte redação:

§ 1º. Entende-se por Coleta Seletiva o procedimento de separação na origem, do lixo a ser coletado, em reciclável e não reciclável.

§ 2º. É lixo reciclável, entre outros:

I – papéis;

II – vidros;

III – plásticos;

IV – metais;

V – produtos químicos.

§ 3º. A Prefeitura do Município de São Paulo poderá incluir na enumeração do

§2º. “novos materiais.”

Art. 2º

§ 1º art. 2º da Lei 10.994, de 28 de Janeiro de 1991, passa a ter a seguinte redação:

Art. 2º ................................................................................

§ 1º. Os sacos serão identificados de modo a permitir a identificação do material reciclável que contêm.

§ 2º......................................................................................

Art. 3º. O art. 6º da Lei 10.994, de 28 de Janeiro de 1991, passa a ter a seguinte redação:

Art. 4º. A Prefeitura do Município de São Paulo fica autorizada a realizar programas de educação ambiental, na rede escolar pública, que ensinem a importância da reciclagem dos materiais para a preservação e manutenção de um meio ambiente sadio. ”

Art. 5º. O Prefeito regulamentará esta lei em quinze dias, a contar da data de sua publicação. Art. 5º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 6º. Revogam-se as disposições em contrário. Sala das Sessões, 29 de Abril de 2009 Às Comissões competentes.

Daniela Lucatto

Close