tramadol weight lifting tramadol 50 is tramadol a controlled substance in ky

phentermine clinics in illinois phentermine 37.5mg can you snort phentermine 37.5

tramadol partyflock buy tramadol tramadol for menstrual cramps dosage

take phentermine and adderall together phentermine 37.5 mg phentermine medi weight loss

soma porcentagem soma pills exercicios de matematica soma dos angulos internos de um poligono

can you take tramadol and aspirin together tramadol 50mg tramadol and coffee

how to stay awake on ambien ambien price difference between zolpidem tartrate and ambien

el tramadol en gotas se toma con agua tramadol 50 mg tramadol infant withdrawal

soma belt drive soma no prescription soma online Oregon

soma brandon fl soma 350 mg hotel alibaba soma bay

PROJETO DE LEI Nº 595/1999 – Política de prevenção e atenção integral à saúde do portador de Diabetes

PROJETO DE LEI Nº 595/1999 – Política de prevenção e atenção integral à saúde do portador de Diabetes

Define diretrizes para uma política de prevenção e atenção integral à saúde de pessoa portadora de Diabetes, no âmbito do Sistema único de Saúde no Município de São Paulo, e dá outras providências.

Art. 1º - A Prefeitura do Município de São Paulo, através da Secretaria Municipal da Saúde, prestará atenção integral à pessoa portadora de Diabetes em todas as suas formas, assim como dos problemas de saúde a ele relacionados, tendo como diretrizes:

I – A universalidade, a integralidade, a equidade, a descentralização e a participação da sociedade na definição e no controle das ações e dos serviços de saúde, nos termos da Constituição Federal, da Constituição Estadual, do Código de Saúde do Estados de São Paulo e suas leis reguladoras e da Lei Orgânica do Município de São Paulo;

II – Ênfase nas ações coletivas e preventivas, na promoção da saúde e qualidade de vida, na multidisciplinaridade e no trabalho intersetorial em equipe.

III – O desenvolvimento de instrumentos de informações, análise, avaliação e controle por parte dos serviços de saúde, aberto à participação da sociedade.

IV – O apoio ao desenvolvimento científico e tecnológico voltado para o enfrentamento e controle do Diabetes e dos problemas a ele relacionados, e seus determinantes, assim como para a formação permanente dos trabalhadores da rede de serviço de saúde.

V – O direito às medicações e aos instrumentos e materiais de auto-aplicação e auto-controle, visando a maior autonomia possível por parte do usuário.

Art. 2º - As ações programáticas referentes ao Diabetes, em todas as suas formas, assim como aos demais fatores de riscos ou problemas de saúde a ele relacionados serão definidas em norma técnica a ser elaborada por Grupo de Trabalho coordenado pela Secretaria Municipal da Saúde, garantida a participação de entidades de usuários, universidades públicas, representantes da sociedade civil e profissionais ligados à questão.

§ 1º - O Grupo de Trabalho previsto na “caput” deste artigo será levado ao conhecimento do Conselho Municipal de Saúde e a ele apresentará o resultado de seus trabalhos.

§ 2º - A Secretaria Municipal de Saúde garantirá ao Grupo de Trabalho o apoio técnico e material que se fizer necessário.

§ 3º - O Grupo de Trabalho terá como princípio o respeito às peculiaridades e especialidades regionais e locais, e ao respectivo Plano Municipal de Saúde, sendo o resultado de seu trabalho um instrumento técnico orientador fundado nos princípios elencados nesta Lei.

§ 4º - O Grupo de Trabalho terá prazo de 90 dias, após sua constituição, para apresentar proposta de Norma Técnica que estabeleça diretrizes para uma política de prevenção e atenção à saúde da pessoa portadora de Diabetes.

§ 5º - A proposta de que trata o § 4º será apreciada em Audiência Pública, previamente convocada para este fim, e aprovada pelo Conselho Municipal de Saúde.

Art. 3º - A direção do SUS municipal garantirá o fornecimento universal de medicamentos, insumos, materiais de auto-controle e auto-aplicação de medicações, além de outros procedimentos necessários à atenção integral da pessoa portadora de Diabetes.

Art. 4º - As despesas decorrentes da aplicação desta Lei serão cobertas por recursos orçamentários próprios, suplementados se necessário.

Art. 5º - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogada as disposições em contrário.

Close
Close

Por favor informe seu Usuário ou endereço de email. Você receberá um email contendo informações para redefinir a senha.

Close

Close