can u mix ativan and ambien buy ambien online no prescription get ambien South Dakota

tramadol acetaminophen codeine tramadol online overnight tramadol trodon

phentermine 30 50 buy phentermine 37.5 chest pains taking phentermine

zolpidem online order ambien sanofi aventis ambien coupon

ambien make you hallucinate buy ambien online ambient weather ws-1070 review

compazine and ambien zolpidem no prescription ambien 7 hours sleep

bestille valium p¥ nett buy valium online valium and mal de debarquement

tramadol 50mg work buy tramadol no prescription tramadol for dogs side effects

can you mix percocet with ambien buy ambien online can i take a benadryl with ambien

off ambien cold turkey zolpidem no prescription ambien sneezing

Projeto obriga Prefeitura a divulgar fila de espera na saúde

Projeto obriga Prefeitura a  divulgar fila de espera na saúde

Projeto obriga Prefeitura a divulgar fila de espera na saúde

A Câmara Municipal aprovou na terça-feira (19) em primeira votação o Projeto de Lei 235/17, de autoria do mandato da vereadora Juliana Cardoso, que obriga a Secretaria Municipal de Saúde a divulgar as listagens de espera para exames, consultas com médicos especialistas e cirurgias eletivas. Com isso, a pessoa vai saber qual o seu lugar na fila, além da previsão do tempo médio em que será atendida.

A apresentação do projeto foi motivada pelas dificuldades que a população paulistana enfrenta com a excessiva demora na fila para conseguir agendar e realizar exames médicos na rede pública. Pela iniciativa a Secretaria Municipal de Saúde é obrigada a divulgar pela internet a fila de espera para a realização de exames, assim como os agendamentos de consultas com médicos especialistas e as datas das intervenções cirúrgicas eletivas.

Todas as unidades de saúde, mesmo as entidades conveniadas ou qualquer outro prestador de serviço, terão que divulgar mensalmente a quantidade de pacientes atendidos e, o mais importante, qual a posição da pessoa na fila de espera e o tempo médio previsto para futuro atendimento. Os nomes dos pacientes ficarão sob sigilo, garantindo o direito de sua privacidade, sendo divulgado apenas o número do Cartão Nacional de Saúde (CNS).

A listagem deverá ser classificada pela data de inscrição, separando os pacientes inscritos dos já beneficiados e especificar o tipo de exame. A divulgação ainda deverá informar a abstenção e a posição dos pacientes que voltaram para a lista de espera.

Todas as unidades de saúde ficam obrigadas a tornar pública, mensalmente, a quantidade de pacientes atendidos, a movimentação do número de inscrições das listagens e a situação atual de cada paciente em relação a sua respectiva lista.

“Precisamos ter transparência na fila e acabar de vez com as anotações por escrito nos caderninhos dos atendentes da rede, transferindo o controle para sistema informatizado e de conhecimento público”, argumenta a vereadora. “O paciente tem o direito de saber em qual posição da fila está e quando será atendido”.

O projeto de lei agora aguarda a segunda votação. Depois segue para sanção do executivo.

André Kuchar

Close