soma se s excel 2010 buy soma quadrado da soma geometricamente

soma desenvolvimento brasilia buy soma flytrap soma

can you fly with valium valium online valium kontraindikationen

tramadol paracetamol efectos buy tramadol buy tramadol Palm Bay

tramadol italiano tramadol 50 tramadol hyperactivity

off ambien cold turkey zolpidem no prescription ambien sneezing

escitalopram and xanax buy alprazolam birth defects associated with xanax

valium ambien alcohol valium without prescription dosaggio valium per cane

buy valium Dallas buy valium online alternative medication to valium

tramadol 50mg work buy tramadol no prescription tramadol for dogs side effects

Projeto obriga Prefeitura a divulgar fila de espera na saúde

Projeto obriga Prefeitura a  divulgar fila de espera na saúde

Projeto obriga Prefeitura a divulgar fila de espera na saúde

A Câmara Municipal aprovou na terça-feira (19) em primeira votação o Projeto de Lei 235/17, de autoria do mandato da vereadora Juliana Cardoso, que obriga a Secretaria Municipal de Saúde a divulgar as listagens de espera para exames, consultas com médicos especialistas e cirurgias eletivas. Com isso, a pessoa vai saber qual o seu lugar na fila, além da previsão do tempo médio em que será atendida.

A apresentação do projeto foi motivada pelas dificuldades que a população paulistana enfrenta com a excessiva demora na fila para conseguir agendar e realizar exames médicos na rede pública. Pela iniciativa a Secretaria Municipal de Saúde é obrigada a divulgar pela internet a fila de espera para a realização de exames, assim como os agendamentos de consultas com médicos especialistas e as datas das intervenções cirúrgicas eletivas.

Todas as unidades de saúde, mesmo as entidades conveniadas ou qualquer outro prestador de serviço, terão que divulgar mensalmente a quantidade de pacientes atendidos e, o mais importante, qual a posição da pessoa na fila de espera e o tempo médio previsto para futuro atendimento. Os nomes dos pacientes ficarão sob sigilo, garantindo o direito de sua privacidade, sendo divulgado apenas o número do Cartão Nacional de Saúde (CNS).

A listagem deverá ser classificada pela data de inscrição, separando os pacientes inscritos dos já beneficiados e especificar o tipo de exame. A divulgação ainda deverá informar a abstenção e a posição dos pacientes que voltaram para a lista de espera.

Todas as unidades de saúde ficam obrigadas a tornar pública, mensalmente, a quantidade de pacientes atendidos, a movimentação do número de inscrições das listagens e a situação atual de cada paciente em relação a sua respectiva lista.

“Precisamos ter transparência na fila e acabar de vez com as anotações por escrito nos caderninhos dos atendentes da rede, transferindo o controle para sistema informatizado e de conhecimento público”, argumenta a vereadora. “O paciente tem o direito de saber em qual posição da fila está e quando será atendido”.

O projeto de lei agora aguarda a segunda votação. Depois segue para sanção do executivo.

André Kuchar

Close