can you mix flexeril with ambien buy ambien online buy ambien bulk

buy tramadol online Buffalo buy tramadol online tramadol and maxalt interactions

elavil and ambien buy ambien ambien cr yellow part

buy xanax Cedar Rapids buy xanax 3mg xanax for sale

ambien and head injuries buy ambien online took ambien for a year

soma medi spa reviews buy soma soma oxycontin interaction

xanax xr or ativan buy xanax difference in zoloft and xanax

valium per addormentare buy valium online cheap valium era

drug.com xanax buy xanax small round pink pill xanax

tramadol plus wellbutrin tramadol 50mg tramadol zoloft reaction

Serviço Funerário nega cessão de área para parque

Serviço Funerário nega cessão de área para parque

Serviço Funerário nega cessão de área para parque

A atual gestão do Serviço Funerário Municipal (SFM) acaba de se manifestar de forma contrária a proposta de incorporação da área gramada de 20 mil m² situada em frente ao Crematório de Vila Alpina para o Parque Lydia Natalízio Diogo, conhecido como Parque Ecológico de Vila Prudente.

O pedido de informações partiu do mandato da vereadora Juliana Cardoso e foi endereçado em maio à Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente. A pasta não se opôs à proposta, mas o SFM rejeitou a cessão da área. No ano passado tiveram início estudos e entendimentos entre os dois órgãos para anexar essa área ao parque, atendendo a solicitações de frequentadores do local.

No ofício, o Serviço Funerário alega que “não tem qualquer interesse em prosseguir com a referida ‘doação’, uma vez que, conforme o edital de chamamento para concessões, a área proposta faz parte do Bloco 4”.

Essa área em frente ao estacionamento do crematório se tornou polêmica e insegura. Adolescentes e até adultos a utilizam com bastante frequência para empinar pipas com linhas cortantes. O local também é usado de forma irregular para adestramento de cães e até mesmo como “depósito” para abandono de animais de estimação.

Pela proposta de 2016 do Serviço Funerário o estacionamento do crematório seria cercado e isolado por gradil da área a ser incorporada. Já o atual portão de entrada seria remanejado para o lado oposto na divisa com o Cemitério São Pedro, onde hoje funciona somente a saída de veículos.  No total, o parque passaria a ter 80 mil m².

Segundo o SFM havia até um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com empresa encarregada para plantio de árvores nessa parte do Crematório. Também estava cogitada a realização de melhorias como instalação de bancos, mesas, aparelhos de playground e de ginástica, além de pista de caminhada e guarita de vigilância. Os   entendimentos, porém, não foram concluídos no ano passado.

André Kuchar

Close